Maiana Vieira, participante do Quem Quer Ser Um Milionário, quadro do Domingão do Faustão
Maiana Vieira, participante do Quem Quer Ser Um Milionário, quadro do Domingão do Faustão (Reprodução/TV Globo)

Na edição deste sábado (14) do Caldeirão do Huck, foi ao ar a edição do Quem Quer Ser Um Milionário que teve a presença da advogada Maiana Vieira, que mora em Manaus, que trabalha na Secretaria de Direitos Humanos com políticas públicas.

Mãe de Benjamin, de 7 anos, a profissional disse que estava no quadro para mostrar para o filho a importância da educação. “Venho de uma família muito humilde. Meu pai era motorista, minha mãe costureira. Minha mãe estudou só a primeira série do fundamental. Passei por muita dificuldade e o estudo me salvou”, contou a participante.

“Minha mãe tem 67 anos e nunca teve uma casa. Me prometi na minha vida que vou dar um chão para minha mãe. Preciso que ela tenha essa paz, um lugar para chamar de seu”, revelou Maiana, entregando também que o pai morreu em decorrência de um câncer quando ela tinha 12 anos.

“No nosso estado temos um hospital de câncer e as pessoas do interior tem que se deslocar para a capital. Essas famílias largam tudo: suas casas, trabalhos para trazer os filhos para se tratarem. Temos um grupo de apoio na cidade que trabalha fornecendo abrigo, alimentação, transporte. Quero ajudar esse grupo”, disse a morena.

A concorrente chegou até a pergunta 11, que valia R$ 100 mil, e chorou ao perceber que sabia a resposta. Na pergunta de número 12, que podia render R$ 150 mil, Maiana decidiu parar e foi embora com R$ 100 mil, um dos maiores prêmios já dados na atração.