Olga (Maria Eduarda de Carvalho) em Éramos Seis
Olga (Maria Eduarda de Carvalho) em Éramos Seis (Reprodução)

Em Éramos Seis, mais uma situação vai tirar Olga (Maria Eduarda de Carvalho) do sério, e dessa vez não tem a ver com Justina (Júlia Stockler). Tudo começa quando Tavinho, um dos filhos da ruiva, começa a se queixar de uma dor para engolir os alimentos.

O médico vai até a casa e resolve examinar a todos por lá, e descobre que as crianças estão com caxumba, e previne a dona de casa sobre a doença ser contagiosa. “Ainda não temos vacina pra esta doença… Quisera eu que tivesse vacina pra todos os males. Quem sabe um dia?”.

Dona Maria (Denise Weinberg) relembra que tanto que Lola (Gloria Pires), como Clotilde (Simone Spoladore) já tiveram a doença, mas Olga ainda não, por isso pede que a filha tome os devidos cuidados.

Ao entrar em casa e se deparar com os filhos com lenços enrolados em volta da cabeça, Zeca (Eduardo Sterblich), fica apavorado. “Olga do céu! Meus filhos! Como é que foi acontecer isso?”, questiona.

“Como é que acha que essas coisas acontecem? Alguém trouxe essa coisa pra dentro de casa”, dispara a mulher, que continua: “O doutor diz que não tem conhecimento de caxumba em Itapetinga. Você que trouxe de São Paulo”.

“Eu? Como se estou bem, olha aqui, pescoço fino, animado, acabei de vir de uma reunião de negócios! Vamos assinar o contrato amanhã no cartório. Meus filhos, que dó. Papai não pode dar colo pra vocês”, diz ele animado por sua sociedade com Neves (Breno Nina). Zeca ainda garante que não teve caxumba e nem vai ter, pois sua saúde é de ferro.

As cenas estão previstas para irem ao ar no capítulo 67, que será exibido na segunda-feira, 16 de dezembro.

Mais Informações, curiosidades, sinopse, personagens e o resumo diário e atualizado dos capítulos da novela Éramos Seis

Confira o resumo dos capítulos das outras novelas da TV Globo, SBT, Record TV e Band