Ana Brenda Contreras e Jorge Salinas como Ana Paula e Rogério no último capítulo de A Que Não Podia Amar (Reprodução / Twitter)

O SBT encerrou na tarde de hoje (terça-feira, 12) mais uma novela mexicana de seu acervo importado da Televisa. No ar desde abril na tela de Silvio Santos, A Que Não Podia Amar se despediu deixando saudades em alguns e um certo sabor de decepção em outros.

Nas redes sociais como o Twitter, foram várias às críticas não só ao desfecho do folhetim, mas à novela como um todo. “A Que Não Podia Amar, você me decepcionou com esse final. Como assim, todo mundo morre, inferno?!“, queixou-se um telespectador.

Quando passar A Que Não Podia Amar de novo, eu não vou assistir. P*ta novela merda, tô até agora de cara com a injustiça que fizeram com o pobre Gustavo (José Ron)“, reclamou outro, referindo-se à morte do galã original da trama.

“A Que Não Podia Amar na verdade é ‘A Que Não Podia Enxergar‘… A romantização dessa relação nojenta é patética“, detonou ainda um terceiro, tocando novamente em um dos pontos mais criticados da obra: a romantização do relacionamento abusivo entre Ana Paula (Ana Brenda Contreras) e Rogério (Jorge Salinas).

Por outro lado, tampouco faltaram celebrações à trama mexicana e à sua conclusão. “Vendo o último capítulo de A Que Não Podia Amar e chorando igual criança“, confessou um telespectador, também no Twitter. “A Que Não Podia Amar foi uma das melhores novelas que passaram em 2019. Parabéns, Televisa e SBT!“, ovacionou outra.