Luís Roberto vai narrar novamente jogo do Brasil na Copa do Mundo Feminina (Reprodução/Globo)
Luís Roberto: narrador fará sua estreia no Premiere em Flamengo x Santos (Reprodução/Globo)

A Globo escalou o narrador Luís Roberto para transmitir o jogo entre Brasil x França, válido pela Copa do Mundo Feminina da FIFA. O jogo será exibido no próximo domingo (23), a partir das 16h. Com isso, a Globo cancelou a exibição da partida entre Qatar e Argentina, válido pela Copa América, e que estava prevista para ser mostrada até então.

Além de Luís Roberto, Brasil x França terão comentários de Ana Thaís Matos e Caio Ribeiro. Já na Central do Apito, Sálvio Spinola analisará possíveis polêmicas de arbitragem. Luís foi mantido por conta de elogios internos que teve pela transmissão contra a Itália, na última terça (18).

O cancelamento do jogo na Copa América já era previsto, caso a Seleção Feminina jogasse contra as anfitriãs. A partida já estava previamente marcada para domingo, às 16h. Caso a Seleção Brasileira enfrentasse outra equipe, a partida do país de Messi seria mostrada, com narração de Cléber Machado.

Copa do Mundo Feminina é sucesso de Ibope

Os três primeiros jogos da Seleção Brasileira Feminina de Futebol na Copa do Mundo Feminina da FIFA impressionaram. Segundo dados do Ibope, obtidos em primeira mão pelo Observatório da Televisão, mostram índices robustos no Painel Nacional de Televisão em todas as partidas, contando as transmissões em TV aberta (Globo e Band) e TV por assinatura (SporTV). 

Os dois primeiros jogos, contra Jamaica e Austrália, marcaram 24 pontos de média total na TV brasileira segundo dados do PNT, que é o número médio das 15 maiores regiões metropolitanas do Brasil. Com isso, as partidas atingiram 6,1 milhões de domicílios com TV.

Além disso, as pelejas conseguiram média de 16,6 milhões de telespectadores em todo o Brasil. No entanto, os números foram ainda maiores na vitória contra a Itália. Terminado em 1 a 0, o jogo atingiu média nacional de 28 pontos de audiência nas 15 principais metrópoles do Brasil, contando todas as emissoras transmitidas. 

Com isso, 7,1 milhões de domicílios com TV viram o jogo. Além disso, 19,4 milhões de indivíduos viram em média o jogo. É um recorde se tratando de futebol feminino no Brasil, modalidade que ainda luta para crescer no país.